Se o Executivo conseguiu enquadrar-se na Lei de Responsabilidade Fiscal no segundo quadrimestre (anunciado na 2ª pelo governo), o relatório publicado no Diário Oficial (na noite da mesma segunda) expõe uma situação ainda não muito sustentável (sequer confortável) das contas estaduais. Uma herança, é dado inferir-se, de anos de descontrole que o aparente retorno ao eixo dos gastos tem sentido…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários