O governo entrou nos cem dias e se fôssemos avaliar o que fez nos primeiros três meses talvez tivéssemos dificuldades para apontar avanços que se sobrepusessem à relação de retrocessos operados pelo poder público sob o pretexto de exercer sua competência discricionária em favor da população.

E mais grave: o governo não os cometeu sozinho e, não raro, tendo conhecimento do que…

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários