A burocracia tem razões que a própria razão desconhece. A ameaça de que os pacientes de Covid-19 podem, daqui a dois meses, estar sujeitos a ficarem sem 52,4% das UTIs e 40% dos leitos clínicos por inadimplência do poder público, com a mesma intensidade que realça um princípio, expõe uma contradição.

O governo pode ter suas explicações como a necessidade de conferência de…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários