O Estado aderiu ao grupo de 14 governadores que decidiu não endossar o decreto do governo federal que, na prática, libera, quando flexibiliza a mais não poder, o porte de armas no país. Uma decisão coerente e responsável do governador Mauro Carlesse.

Não era de se esperar outra ação, observados o fosso social e o expressivo avanço dos indicadores da violência. Ambos identificáveis a…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários