A 15 dias do prazo final das convenções partidárias que definirão as candidaturas as alianças ganham contornos mais definidos e indicam que apenas Márlon Reis (REDE), Carlos Amastha (PSB) e o governador Mauro Carlesse (PHS), que disputaram a Suplementar em junho, devem voltar à disputa pelo comando do Palácio Araguaia a partir de 2019. A discussão agora é intensificada...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários