Notícias

Zé Roberto diz que vai parar com BRT e Blue

Estacionamento gerido pela prefeitura e com tolerância, além da paralisação do projeto BRT são algumas das propostas do candidato

Lia Mara

A abordagem é de uma candidatura baseada na representação dos movimentos sociais e populares e prevê ações que pretendem suspender a implantação do Bus Rapid Transit (BRT) e também o contrato com a empresa que administra o estacionamento rotativo de Palmas, a Blue. Esses foram alguns dos temas que guiaram o quarto dia do projeto Sabatinas do Jornal do Tocantins com o deputado estadual, Zé Roberto, candidato a prefeito de Palmas pelo PT.

“BRT é ônibus!”, foi o que disse o candidato ao destacar: “não daremos andamento a esse projeto, nesse formato”. Ele explica primeiro que o projeto vem sendo discutido por várias gestões e argumenta que o modelo não se justifica tendo em vista o transtorno à população. “Um dos maiores problemas da nossa cidade é a moradia e esse projeto quer deslocar as pessoas de suas casas sem necessidade”, disse Zé Roberto ao avaliar que o modelo ideal seria um projeto exclusivamente pela Avenida Theotônio Segurado. “Desta forma custaria cerca de R$ 180 milhões e não os quase um bilhão de reais orçados para a implantação do atual projeto.”

Quanto ao estacionamento rotativo na Capital, um assunto que divide opiniões, não deve ser extinto por Zé Roberto, mas ele avalia a necessidade de fazer algumas mudanças caso eleito. “Neste tema há apenas um consenso na sociedade e é sobre o modelo adotado. Na nossa gestão a prefeitura assumirá a administração do estacionamento, vamos estipular um tempo de tolerância de 15 ou 20 minutos e os recursos serão aplicados para melhorar o transporte coletivo, a mobilidade e a acessibilidade da nossa cidade.”

Na Saúde o candidato pretende universalizar a cobertura da atenção primária e garantir acesso à atenção secundária.

Zé Roberto teve 560 votos para deputado estadual em Palmas e diante do pouco conhecimento na Capital, uma questão feita a ele foi sobre a expectativa do resultado nas eleições para prefeito. Ele considerou que sua atuação política é “diferente” dos outros candidatos. “Vocês verão que a minha votação também é diferente. Nosso trabalho é feito em prol dos trabalhadores e nossa votação é esparramada por todo Estado e em vários segmentos sociais.”

O petista foi enfático no sentido de trazer à tona o propósito de sua candidatura: a defesa daqueles que precisam da ação de um governo com cunho popular, que abrace os movimentos sociais e organizados da sociedade, como os sem terra e sem moradia, bem como minorias sociais, a exemplo da comunidade Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais (LGBT).

O candidato lembrou ainda o problema da regularização fundiária, considerado por ele como prioritário. “Esse é um eixo em que nós trabalharemos, no sentido de adensar a cidade.” Ao afirmar que a atual gestão não trouxe “nenhum avanço para Palmas” Zé Roberto apresentou a proposta de reabrir as escolas aos fins de semana para fomentar o esporte e a cultura entre os jovens palmenses.

Lia Mara
Preguntas das entidades
Preguntas das entidades
Propostas
Propostas
00:00:00
Primeiro bloco - Economia e Meio Ambiente
00:00:00
Segundo bloco - Educação (cultura e Esporte) e Habitação
00:00:00
Terceiro bloco - Saúde, Transporte Coletivo e Trânsito
00:00:00
Quarto bloco - Perguntas pontuais
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ