Notícias

Temer é informado que 2 suspeitos podem ter fugido para o Paraguai

Os homens teriam entrado no país vizinho pelo Mato Grosso, após o início da Operação Hashtag; ação da PF prendeu outros dez homens que estariam planejando um ataque terrorista durante as Olimpíadas

Valter Campanato/Agência Brasil
Suspeitos de planejar atentado durante a Olimpíada chegam a Brasília

O presidente interino Michel Temer foi informado nesta sexta-feira (22) que os dois foragidos que são suspeitos de planejar um ataque terrorista no Rio de Janeiro podem ter cruzado a fronteira para o Paraguai.

O peemedebista se reuniu por duas vezes com o ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Sérgio Etchegoyen, para obter informações sobre as investigações de busca dos foragidos.

Com a suspeita, o peemedebista autorizou as autoridades competentes brasileiras a iniciarem conversas com o governo paraguaio para a possibilidade de extradição dos dois foragidos caso eles sejam localizados no país vizinho.

Nesta sexta-feira (22), o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, viajou ao Paraguai para acompanhar operação de erradicação de drogas na fronteira dos dois países.

O Ministério da Justiça e a Polícia Federal negam que os dois suspeitos tenham cruzado a fronteira.

Nesta quinta-feira (21), dez brasileiros suspeitos de atos simpáticos ao terrorismo foram presos e dois não foram localizados.

Conforme a Folha de S.Paulo revelou, as forças de segurança vinham monitorando cem pessoas que manifestavam simpatia ao Estado Islâmico no Brasil, incluindo os doze brasileiros.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ