Notícias

PF cumpre mandados em órgãos estaduais, inclusive no Palácio Araguaia

Ainda sob sigilo, a Polícia Federal não anunciou quantos mandados estão sendo cumpridos

Divulgação

(Atualizada às 10h26 de 14/06/2018)

Na manhã desta quinta-feira, 14, a Polícia Federal deflagrou uma operação por determinação da Justiça Eleitoral que investiga supostos crimes durante esta Eleição Suplementar, que terá seu segundo turno disputado no próximo dia 24 de junho.

De acordo com a Polícia Federal, mandados estão sendo cumpridos em Palmas e mais três municípios do Estado. Não se sabe quais e nem quantos mandados foram expedidos, mas de acordo com relato de servidores públicos, agentes fizeram buscas no Palácio Araguaia, no canal de TV estatal, RedeSat, na Secretaria da Fazenda e em outros órgãos.

A operação segue sob sigilo e, até o final do dia, as informações deverão ser repassadas. Em breve mais informações sobre o caso.

Governo do Tocantins

Através de nota emitida à imprensa, a Secretaria Estadual de Comunicação Social (Secom) informou que o Governo do Estado está colaborando com o trabalho da Polícia Federal e que toda informação solicitada estão sendo prestadas com clareza.

Coligação Mauro Carlesse

Já a Coligação “Governo de Atitude”, encabeçada pelo candidato Mauro Carlesse (PHS), emitiu um comunicado falando que a ação é eleitoreira. O comunicado destaca que os repasses questionados pela investigação acontecem, anualmente, neste período devido à temporada de praia e que a Eleição é que está acontecendo em período incomum.

O texto destaca ainda que uma liminar obtida pelo candidato adversário que impede que o Governo do Estado repasse recursos a mais de 70 municípios “não prejudicam a Mauro Carlesse, mas ao Estado do Tocantins e seus municípios”.

“Carlesse apoia toda e qualquer investigação e determinou que seus auxiliares prestem todas as informações solicitadas”, finaliza o comunicado.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ