Notícias

Objetivo do julgamento é impedir candidatura de Lula, diz governador da Bahia

Rui Costa também criticou a decisão do juiz federal Sergio Moro de condenar Lula a 9 anos e meio de prisão no caso do tríplex do Guarujá

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou, em vídeo em sua página oficial no Twitter, que "está ficando claro não só para os brasileiros, mas para imprensa internacional" que o objetivo do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é fazer justiça, mas impedir a candidatura do petista à Presidência da República.

"O objetivo é interferir no ambiente democrático, o objetivo é usar o Judiciário como ferramenta para impedir a candidatura do Lula", disse Costa.

O governador da Bahia ainda pediu que o Judiciário do País tenha "serenidade" e faça "justiça", referindo-se aos desembargadores que vão julgar o caso em segunda instância no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, nesta quarta-feira.

Rui Costa também criticou a decisão do juiz federal Sergio Moro de condenar Lula a 9 anos e meio de prisão no caso do tríplex do Guarujá (SP). Segundo ele, não foi encontrada nenhuma prova contra o ex-presidente e a condenação foi feita com base "no próprio texto do juiz" e em "indícios".

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ