A unidade da loja Cantão, no Brasília Shopping, onde trabalha Thiego Amorim, pediu desculpas à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, depois que o vendedor entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra ela, alegando que houve constrangimento, vias de fato e ameaça durante uma discussão entre os dois dentro d...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários