Notícias

Jair Bolsonaro grava vídeo ironizando Maria do Rosário por ela estar na lista de Fachin

Em 2014, o deputado federal disse no plenário da Câmara Federal que Maria do Rosário “não merecia ser estuprada”. Ele responde como réu em ação penal por incitar o crime de estupro e por injúria

Após a divulgação da lista de 108 políticos que tiveram pedido de abertura de inquérito autorizados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que não foi mencionado na lista, gravou um vídeo ironizando os colegas petistas Carlos Zarattini e Maria do Rosário, que estão com o nome na lista.

“Meu nome não está aqui de novo. A petralhada vai chorar a noite toda hoje. Mas têm duas pessoas maravilhosas aqui: Carlos Zarattini (PT) e Maria do Rosário. Mas o que é isso, Maria do Rosário? A Papuda lhe espera!”, afirmou aos risos.

Em 2014, o deputado carioca disse no plenário da Câmara Federal que Maria do Rosário “não merecia ser estuprada” e no dia seguinte falou para um jornal: “Ela é muito feia, não faz meu gênero, não a estupraria”. Atualmente, ele responde como réu em ação penal por incitar o crime de estupro e por injúria. Ele chegou a recorrer, mas a 1ª Turma do STF ratificou a abertura da ação contra o parlamentar.

O ministro Luiz Fux, relator dos processos, declarou que o discurso de Bolsonaro sobre Maria do Rosário era "reprovável" e gera indignação".

Reprodução
Jair Bolsonaro
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ