Com a suspeita de que haja um prejuízo de R$ 1,4 milhão aos cofres públicos, a Polícia Federal (PF) investiga um suposto esquema de desvio de recursos públicos de obras de implantação e recuperação de estradas vicinais em assentamentos no Estado. A suposta organização criminosa agia no âmbito do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Estado (Incra-TO). A O...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários