Notícias

Chico Buarque se desentende com jovens em discussão sobre política

O músico, que tem histórico de alinhamento com a esquerda e o PT, discutiu com quatro homens em frente ao restaurante Sushi Leblon, no bairro da zona sul carioca, onde ele vive.

Daryan Dornelles

O cantor e compositor Chico Buarque foi abordado por um grupo de jovens, na noite da última segunda-feira (21) que questionaram suas posições políticas. 

O registro da discussão foi feito pela jornalista Julia Moura e publicado no site "Glamurama". No vídeo, Chico aparece acompanhado dos cineastas Cacá Diegues e Miguel Faria Jr. - diretor do documentário atualmente em cartaz sobre a vida do artista -, além do escritor Eric Nepomuceno.

"Acho que o PSDB é bandido, e agora?", reage ele a um dos jovens que diz não ter partido e odiar política, mas que o "PT é bandido". Em outro momento, Chico pede a um dos rapazes que "procure se informar mais", porque "com base na revista 'Veja' você não irá muito longe".

No início do mês, o músico assinou, junto a uma comissão de artistas e intelectuais - como as atrizes Camila Pitanga, Dira Paes e Letícia Sabatella e o escritor e colunista da Folha de S.Paulo Antonio Prata -, um abaixo-assinado contra o impeachment de Dilma Rousseff.

No final do registro da discussão desta segunda, um dos homens diz para Chico que "para você, que mora em Paris, é fácil". Na sequência, ele pergunta: "Você mora em Paris, não mora?".

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ