Notícias

Aécio afirma que será candidato ao Senado ao governo de Minas em 2018

Senador mineiro responde, atualmente, a nove inquéritos no âmbito do STF

Erbs JR./Frame/Estadão Conteúdo
Candidato tucano ao Planalto, Aécio Neves já teve relação muito próxima com Lula

O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) falou nesta sexta-feira (15), em entrevista à rádio Itatiaia, que irá concorrer à reeleição ao Senado ou ao governo de Minas Gerais em 2018. Aécio responde, atualmente, a nove inquéritos no âmbito do STF. 

Newsletter O POPULAR - Receba no seu e-mail informação de confiança

* preenchimento obrigatório

Um dos inquéritos foi originado por denúncia feita em junho deste ano pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que acusa o tucano de ter solicitado e recebido propina de R$ 2 milhões, além de atuar para impedir o avanço das investigações da Operação Lava Jato.

Aécio nega as acusações. Quando Janot apresentou a denúncia contra o senador, a defesa do tucano divulgou nota em que lamentou o "açodamento" no processo e apontou que "diversas diligências de fundamental importância" não haviam sido realizadas à época.

A fala de Aécio vem uma semana depois do PSDB eleger o governador de São Paulo e pré-candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin, presidente do partido.

Aécio admite que o Senado é o caminho natural para ele disputar as eleições em 2018, mas que a definição acontecerá depois de conversas com "as forças políticas" que apoiam ele.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ