O ministro Luiz Fux, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) admitiu os recursos extraordinários do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e da ex-vice-governadora Cláudia Lelis (PV) e seus respectivos partidos, questionando a decisão da Justiça Eleitoral que lhes cassou os mandatos por caixa 2 na campanha eleitoral de 2014, e determinou a realização da eleição s...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários