Além das vedações normais da Legislação Eleitoral que impedem, entre outras ações, algumas nomeações, contratações ou admissões e demissões especificadas na lei e proíbe transferência voluntária de recursos aos municípios e também a realização de inaugurações, o governador Mauro Carlesse (PHS) e seus atos enfrentarão a vigilância da Justiça estadual, da Justiça Eleitor...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários