Notícias

Síndica é morta na noite do Natal após perguntar por que criança não parava de chorar em prédio

Vítima foi esfaqueada no pescoço pela mãe do bebê de 2 anos; assassina tentou fugir levando o bebê e a faca usada no crime, mas foi detida pelos vizinhos

Arquivo Pessoal/Facebook
A capixaba Ludmilla Rivas da Silva foi morta durante uma briga de vizinhos

Uma briga entre vizinhos terminou com a síndica de um prédio morta em Belo Horizonte, na capital de Minas Gerais. A capixaba Ludmilla Rivas da Silva, 37 anos, que era síndica do edifício, bateu na porta de uma moradora do condomínio para saber por que um bebê de 2 anos de idade não parava de chorar. Rayanne Maia Marques, 27 anos, não gostou da abordagem e assassinou a síndica com uma facada no pescoço na última segunda-feira (25), noite de Natal. 

A criminosa tentou fugir levando o bebê e a faca usada no crime, mas foi detida pelos vizinhos até a polícia chegar e prendê-la em flagrante no bairro Parque São José, na região Oeste de BH.

A síndica, que foi esfaqueada na frente do filho de 12 anos, morreu a caminho do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS).

"Ela batia no menininho. A outra filha foi tirada dela e mora com o avô. A filha contou para a gente que a mãe batia na cara do nenêm com um chinelo", contou uma vizinha ao site Gazeta Online, que pediu para não ser identificada.

Ludmilla Rivas da Silva era casada, tinha um filho de 12 anos e deixou um bebê de 1 mês e meio. 

A assassina ostentava fotos nas redes sociais com armas e dinheiro. Em uma delas, ela imitou uma cena da personagem Bibi Perigosa, da novela "A Força do Querer", em que está deitada com várias notas de dinheiro.

Os demais moradores do prédio estão apreensivos com uma possível volta da mulher. Ao ser presa, ela teria ameaçado matar todo mundo. Rayanne está no presídio de São Joaquim de Bicas e o bebê de 2 anos está no Conselho Tutelar da capital.

Reprodução/Facebook
Rayanne Maia Marques está presa acusada de ter assassinado a síndica de um prédio durante uma discussão de vizinhos; mulher ostentava nas redes sociais fotos com armas e dinheiros
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ