Notícias

Prorrogado desconto do IPI de carros e móveis

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, confirmou ontem, a manutenção da alíquota reduzida do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros novos, que deveria subir hoje.

O governo também manteve o IPI menor para o setor moveleiro e painéis em 4%. Nos dois casos, o corte vai até dezembro. O objetivo das medidas, disse o ministro, é “viabilizar um segundo semestre melhor”. Em 3% desde janeiro, a alíquota do IPI para carros com motor 1.0 deveria voltar a 7%. Para veículos com motor flex até 2.0 retornaria para 11%, mas foi mantida em 9%. Para versões a gasolina, passaria de 8% para 13%.

Mantega, que há um ano havia dito que não havia mais espaço para cortes de impostos, levou em conta o fraco desempenho do mercado de veículos.

EBC
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ