Notícias

Professor e mulher falam sobre o vídeo dos filhos que invadiram entrevista ao vivo

Casal garantiu que não brigou com as crianças e que assistiu o vídeo inúmeras vezes

Na semana passada, um vídeo enlouqueceu a internet quando o professor Robert Kelly concedia uma entrevista ao vivo para a rede britânica BBC e os filhos Marion, de 4 anos, e James, de 8 meses, invadiram o escritório da maneira mais adorável possível. Pois então, a família resolveu falar o que houve qual o sentimento com a "fama".

Robert, sua mulher Kim Jung-A, e os filhos, conversaram com o jornal The Wall Street Journal e a rede BBC sobre o assunto. De acordo com o pai, que assumiu a responsabilidade pelo fato, disse que esqueceu de trancar a porta antes da entrevista.

Quando a transmissão terminou, o casal assistiu o vídeo inúmeras vezes e garantiram que não ficaram bravos com as crianças.“Entendemos porque as pessoas acharam engraçado”, afirmou para a BBC.

O professor falou que a filha mais velha estava muito animada naquele dia porque tinha participado de um festinha na escola e o filho mais novo veio logo atrás porque simplesmente sempre anda atrás da irmã.

“Quando ela abriu a porta, eu a vi pela tela do computador. Eu morri de vergonha, mas, ao mesmo tempo, queria que meus filhos se sentissem confortáveis em me procurar", disse Robert, que fez de tudo para não rir com a situação.

A mãe das crianças chegou depois quando viu os filhos pela televisão em um outro cômodo da casa. “Eu cometi um pequeno erro e transformei minha família em estrelas do YouTube”, brincou o professor.

A avó dos pimpolhos, Ellen Kelly, que mora em Ohio (EUA), disse que os netos devem ter pensado que o pai estava conversando com os avós via Skype. “As crianças devem tê-lo ouvido no computador e presumido que éramos nós”, contou ela. “Foi hilário”, afirmou.

BBC/Reprodução
Robert Kelly, Kim Jong-A e os filhos
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ