Notícias

PM que deveria estar preso por matar advogada tira fotos em piscina

Homem aguarda julgamento pelo homicídio de Vanessa Ricardo de Medeiros, de 37 anos, morta a pauladas em 2013 dentro de um motel na cidade de Santo Antônio

Cedida ao G1 RN
Gleyson Araújo, que tem 36 anos, está detido sob força de um mandado de prisão preventiva

O Polícia Militar Gleyson Alex de Araújo Galvão, que responde pelo homicídio da advogada Vanessa Ricardo de Medeiros, de 37 anos, morta a pauladas em 2013 dentro de um motel na cidade de Santo Antônio, do interior do Rio Grande do Norte, e tirou fotos à beira de uma piscina em um condomínio de apartamentos na Zona Oeste de Natal. O local fica a mais de 10 quilômetros do 4º Batalhão da PM, que fica na Zona Norte, de onde ele não poderia sair. 

O portal G1 recebeu as imagens, repassou para o Comando de Policiamento Metropolitano e questionou a total liberdade do acusado. "Vamos instaurar um Procedimento Administrativo Militar para apurar o que houve”, ressaltou o tenente-coronel Zacarias Mendonça, comandante do CPM, ao confirmar que o soldado só pode deixar o quartel com ordem judicial. 

Gleyson seria julgado em novembro do ano passado, mas o júri foi adiado porque o Ministério Público solicitou uma nova avaliação psiquiátrica do policial. A defesa do réu já tentou colocá-lo em liberdade várias vezes alegando problemas mentais. Mas os pedidos foram negados pelo juiz Ederson Batista de Morais.

O homem foi preso em flagrante no dia 14 de fevereiro de 2013, momentos após o assassinato. Atualmente, de acordo com o comando da PM, Gleyson está detido no 4º Batalhão, na Zona Norte de Natal.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ