Notícias

Jovem precisa fazer ‘vaquinha’ na internet após pais descobrirem que ela namora rapaz negro

Com dificuldades para pagar os estudos, a garota compartilhou sua história em um site de arrecadação de dinheiro

Reprodução

A jovem Allie Dowdle, de 18 anos, se apaixonou por Michael e seus pais não aprovaram o namoro alegando que o rapaz é negro. Para repreendê-la, o casal proibiu a moça de usar o carro, o telefone e deixaram de pagar o financiamento dos estudos da filha. Segundo Allie, a decisão aconteceu quando ela tentou aproximar o namorado dos pais. 

Com dificuldades para pagar os estudos, a jovem decidiu compartilhar sua história em um site de arrecadação de dinheiro. “Como eu tenho 18 anos, meus pais decidiram não mais apoiar o meu futuro, me privando de todos os meus recursos, incluindo minhas economias pessoas, meu carro, meu telefone e minha educação, me deixando só para pagar pela faculdade”, escreveu no site "GoFoundMe".

No texto que publicou no site, Allie disse que precisava de US$ 10 mil. Porém, em apenas dois dias, a garota conseguiu arrecadar a quantia de US$ 13 mil, o equivalente a R$ 39 mil. A jovem, que mora em Memphis, nos Estados Unidos, disse que está tentando conseguir um emprego para sair da casa dos pais. 

Apesar da alta quantia arrecadada, a história também está sendo criticada. “Mandar uma menina branca privilegiada para a faculdade que não consegue um emprego porque os pais tomaram o seu carro é absolutamente ridículo. Pegue um ônibus”, comentou um internaura. “Ser tratada como uma heroína por namorar um homem negro é que me parece racismo”, disse outro.

Em entrevista ao “New York Daily News”, o pai de Allie também comentou o caso. Bill Dowdle admitiu que a filha namorar um homem negro não era sua "preferência" e negou ser racista. E acrescentou que a jovem é mimada, mas que pode namorar quem quiser. 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ