Um acordo foi fechado entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Advocacia-Geral da União (AGU) para cobrar dos políticos cassados as despesas com eleição suplementar. Segundo o TSE, o objetivo é efetivar o ressarcimento do erário federal de forma rápida. De acordo com o TSE, o convênio, com vigência de cinco anos, foi assinado pelo presidente do TSE, ministro Luiz F...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários