Notícias

Candidatos arrecadam quase R$ 3 milhões em Palmas

Amastha declarou a maior receita: R$ 2,1 milhões, Cláudia informa o menor valor: R$ 200 mil

EBC/Divulgação

Sem a doação das empresas, que está proibida nessas eleições, os candidatos estão bancando suas campanhas com recursos próprios e dos partidos. Os cinco candidatos a prefeito em Palmas arrecadaram R$ 2,9 milhões, conforme consta na prestação de contas parcial da campanha, com prazo de envio encerrado no último dia 13.

O candidato a reeleição, prefeito Carlos Amastha (PSB) de longe tem o maior volume de dinheiro para a campanha: R$ 2,1 milhões, sendo que destes R$ 1,9 milhão são recursos dele. Ele também contabilizou a maior despesa, R$ 2,8 milhões já contratadas e R$ 1,4 milhão, pagas.

Em segundo, com a maior receita, está o ex-prefeito e candidato Raul Filho (PR). Ele declarou uma receita de R$ 409,9 mil, sendo que R$ 191,5 mil são de recursos próprios. A terceira maior receita é do deputado estadual e também candidato a prefeito Zé Roberto (PT), com um montante de R$ 200,2 mil.

A vice-governadora Cláudia Lelis (PV), que também está na disputa do comando do Paço Municipal, declarou a menor arrecadação: R$ 200 mil, doado pelo seu partido. Ela também declarou a menor despesa: R$ 195,9 mil contratadas, R$ 190 mil, pagas.

Em relação a doação de pessoas físicas, apenas Zé Roberto e Raul Filho declararam terem recebido. Raul informou doações de pessoas físicas no valor de R$ 30,6 mil. Zé Roberto informou ter recebido doações de R$ 11,3 mil de pessoas físicas.

O candidato Sargento Aragão realizou prestação de contas parcial da campanha. Saiba mais clicando aqui.

Atualizada, com correções de informações, às 12 horas do dia 19 de setembro de 2016. 

Quadro
Quadro
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ