O promotor-geral da Ucrânia disse nesta sexta-feira, 4, que vai "analisar em detalhes vários casos importantes que foram arquivados" por seus antecessores, entre eles o caso criminal envolvendo o dono da empresa de gás natural Burisma Holdings, que empregava o filho do ex-vice-presidente Joe Biden. Ruslan Ryaboshapka disse que pretendia rever 15 casos no total e menc...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários