O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, afirmou nesta sexta-feira, 10, que a possibilidade de míssil ter abatido o avião com 176 pessoas não pode ser descartada, mas ainda não foi confirmada. Na quinta-feira, 9, autoridades americanas, canadenses e britânicas disseram que o avião foi abatido por engano por um foguete do Irã. A aeronave explodiu minutos após decolar c...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários