A Suprema Corte da Argentina rechaçou nesta quinta-feira um pedido de apelação da ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015) em um caso de suposto encobrimento dos autores do atentado terrorista a um centro judaico na capital do país, em 1994. Agora, Cristina terá de aguardar o julgamento para tentar provar sua inocência, mas não irá para a prisão agora, graças a seu f...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários