Donald Trump repetiu juras de amor a Kim Jong-un e reduziu de maneira dramática as ambições imediatas dos EUA nas negociações sobre o programa nucelar norte-coreano. Ainda assim, foi incapaz de convencer o ditador do país mais isolado do mundo a dar o primeiro passo para desmantelar seu arsenal. O colapso das conversas evidenciou quão distante da realidade estavam as d...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários