O promotor Cyro Terra Peres, do Ministério Público de Goiás (MP-GO) disse que tem certeza absoluta de que o vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha matou a estudante Ana Karla Lemes da Silva, de 15 anos. "Ele tem prazer em matar", acusou, com base nos autos do processo. Ana Karla foi morta com um tiro no peito às 19 horas do dia 15 de dezembro de 2013, no Jardim Planalto, em Goiânia. A jovem foi identificada pelo vigilante como sua 16ª vítima, em depoimento à Polícia Civil. 

São tantas provas.