A procuradora-chefe da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, afirmou que não reconhecerá três novas decisões do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), a Suprema Corte do país, que buscam eliminar os poderes do posto dela. Ontem, a autoridade fez algumas de suas declarações mais duras contra o presidente Nicolás Maduro.A procuradora-chefe rompeu com Maduro há três meses, após uma decisã...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários