A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, designou na quarta-feira, 13, seus primeiros 11 ministros, de um total de 20, um dia após se declarar no poder depois da renúncia de Evo Morales, que aceitou a oferta de asilo político do México. Na nova equipe se destacam a acadêmica e diplomata Karen Longari como chanceler e o senador de direita Arturo Murillo como m...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários