O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou um novo pacote de medidas econômicas na noite dessa terça-feira (22), como tentativa de conter os violentos protestos que já deixaram 15 mortos em cinco dias no país. As novas medidas divulgadas incluem um aumento imediato de 20% do valor mínimo das pensões, de US$ 151 para US$ 181, o que beneficiará 590 mil pessoa...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários