Prestes a completar um ano morando em Niterói, de onde avista a Baía de Guanabara e o do Rio de Janeiro, o americano Paul Fernando Schreiner não vê a hora de retornar ao Estado de Nebraska, nos Estados Unidos, onde morou por aproximadamente 30 anos com os pais adotivos. "Se eu te falar da minha rotina, tanto eu quanto você morreríamos de tédio", afirma. Passeios ao...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários