Quase 900 crianças-soldado, que integravam uma milícia apoiada pelo governo da Nigéria para combater os insurgentes do Boko Haram, foram desmobilizadas ontem. Segundo a ONU, o grupo de 894 menores, que incluía 106 meninas, integrava a Força Operacional Civil Conjunta (CJTF, na sigla em inglês), criado em 2013 para proteger as comunidades dos ataques do grupo extremista e...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários