Operadoras de saúde serão obrigadas a informar porcentuais de cesáreas e de partos normais realizados em sua rede a todos consumidores que tiverem interesse. A informação, que terá de ser prestada em no máximo 15 dias, deve trazer tanto a média geral da operadora, de hospitais de sua rede e de profissionais credenciados. A medida consta em resolução da Agência Naciona...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários