No momento em que o Grupo de Lima aprova uma declaração em defesa de eleições livres na Venezuela e do fim do governo do presidente Nicolás Maduro, o venezuelano pede à população para que o apoie e promete manter-se no poder. Maduro disse hoje (25), na sua conta pessoal no Twitter, que os problemas internos do país devem ser resolvidos com “união nacional”. “Na Venezu...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários