Dez anos depois da morte de 228 pessoas no acidente do voo Rio-Paris, a Justiça francesa decidiu nesta quinta-feira, 5, arquivar o processo contra as companhias Airbus e Air France por causa do acidente. Os juízes responsáveis pelo caso não atenderam ao pedido dos promotores, que haviam se posicionado a favor de ação unicamente contra a companhia francesa, posição que h...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários