Uma transexual obteve status de refugiada na Itália, em uma decisão judicial que acusa o Brasil de não ser capaz de proteger a comunidade LGBTI de agressões e perseguições. O pedido de refúgio foi aceito pela comissão territorial para reconhecimento de proteção internacional de Bolonha, cidade do norte da Itália escolhida pela solicitante brasileira, que tem 38 ano...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários