O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou neste sábado, que o país "lamenta profundamente" ter abatido um avião civil ucraniano, sublinhando tratar-se de "uma grande tragédia e um erro imperdoável". O líder supremo do Irã foi informado na sexta-feira, 10, das investigações e exigiu que a informação fosse tornada pública. O avião foi confundido com um míssil de cruzeiro. "O inquér...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários