A Igreja Católica na Polônia reconheceu a existência de pelo menos 382 pedófilos dentro do clero entre os anos de 1990 e 2018. O balanço, inédito no episcopado polonês, foi revelado nesta quinta-feira (14), em meio aos inúmeros escândalos sexuais que abalaram a imagem da Igreja em países como Austrália, Chile, Estados Unidos e Irlanda. Os crimes, praticados,...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários