Blanca morde. Forte. Diagnosticada décadas atrás com esquizofrenia grave, Blanca Livia Arcineiga, 49 anos, chegou a controlar sua condição. Pouco tempo atrás, ela era estável o suficiente para trabalhar meio período como empregada doméstica. Ajudava a mãe idosa na cozinha. Elas dormiam na mesma cama. Agora ela está deitada, sozinha e nua em um colchão sujo dentro...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários