A companhia Ethiopian Airlines enviou nesta quinta-feira (14) as caixas-pretas do Boeing 737 MAX 8 que caiu na capital da Etiópia, Adis Abeba, para serem analisadas em Paris. O acidente ocorrido no último domingo (10) causou a morte de 157 pessoas, sendo oito tripulantes e 149 passageiros. Como precaução, mais de 50 países adotaram restrições ao uso do avião. A Etiópia dec...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários