Parece que foi ontem que o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, trocaram carinhos. Agora, o romance azedou. Na quarta-feira, na cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em Londres, Trump disse que seu relacionamento com Kim “é muito bom”, mas tirou do baú o apelido “homem foguete” para falar sobre os recentes testes de mísseis f...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários