Michael Cohen, o ex-advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira, 6, antes de entrar em uma prisão federal de Nova York, que "ainda há muito para contar". Cohen começa a cumprir hoje sua sentença de 3 anos após ser condenado por oito crimes. "Ainda há muito para contar e espero ansiosamente pelo dia em que poderei compar...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários