Magazine

Viver sem fronteiras

Sem destino, artistas de rua percorrem países e vivem grandes experiências

O que é preciso para viver? Para a professora Laís de Paula, que abandonou a sala de aula para viver de arte na rua, a resposta é simplesmente mover-se. Laís tem 25 anos e ainda não tinha completado os 24 quando optou por este estilo de vida. “A rua é um espaço público e acredito que deve ser usado de uma forma transformadora”, diz a artista. Laís faz malabares com bamb...
Matéria exclusiva para assinantes
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ