Shakira anunciou que vai cantar pela última vez sobre a separação do jogador de futebol Gerard Piqué no álbum "Las Mujeres Ya No Lloran", que ela lança nesta sexta-feira (22). A faixa, que leva justamente o nome "Última", foi incluída no disco depois que ele já estava finalizado.

"Eu disse que tinha mais uma música e que eu precisava pôr para fora, ou engasgaria. Eu precisava tirar mais esta de mim", disse a cantora colombiana em entrevista ao Apple Music 1. "As pessoas na [gravadora] Sony disseram que não, não havia mais tempo e que eu não poderia fazer mais nada no álbum."

Mas a cantora fazia questão de incluir a faixa, e em uma só tarde gravou "Última", o que lhe causou alívio, conta. Quando compartilhou a canção com a Sony, percebeu que ela gerou conexão com os executivos da gravadora, que a autorizaram a mudar o disco.

"Quando eu a toquei para o diretor de marketing, ele começou a chorar. Eu nunca vi um homem chorar no meu estúdio. Já vi muitas mulheres chorarem, mas não homens."

"Última" segue "Music Sessions Vol. 53", canção que a cantora lançou ao lado de Bizarrap assim que o caso de traição de Piqué veio à tona, e que contém menções claras ao relacionamento extraconjugal do jogador com Clara Chía.