Magazine

Salma Hayek revela ter sido convidada para sair por Trump

Segundo a atriz, o presidente norte-americano ignorou o fato de ela estar namorando: "ele dizia que meu namorado não era bom para mim, não era importante e eu tinha que sair com ele"

Benoit Tessier/Reuters

A atriz mexicana Salma Hayek revelou ter recebido cantadas indiscretas de Donald Trump, antes do magnata se tornar presidente dos Estados Unidos.
   
Em entrevista ao programa norte-americano "The Daily Show", do apresentador Trevor Noah, no último fim de semana, Salma afirmou que Trump "passou a me ligar, me convidando para sair, mesmo sabendo que eu tinha um namorado".
   
"Eu e meu namorado da época estávamos em uma festa", explica ela acrescentando que conheceu Trump em um evento e ele foi bastante educado ao pedir o seu contato. Na ocasião, o republicano ignorou o fato de a artista estar em um relacionamento. "Aí ele dizia que meu namorado não era bom para mim, não era importante e eu tinha que sair com ele", ressaltou Salma.
   
Segundo a atriz, o fato aconteceu antes de Trump se casar com a atual esposa, a primeira-dama Melania Trump. Na entrevista, ela ainda disse que esperava que Melania tivesse "mais influência sobre o marido".
   
Nos últimos meses, Hayek tem criticado frequentemente o republicano, especialmente por suas políticas de imigração. Atualmente, a mexicana está casada com o empresário francês François-Henri Pinault, mas não admitiu que na época fosse este o namorado a que Trump se referiu.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ