Atacada pelo bolsonarismo, a Lei Rouanet encerrou 2019 com captação de recursos de R$ 1,46 bilhão, maior do que o registrado no ano anterior. Em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S. Paulo, o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Camilo Calandreli, que cuida da lei, diz que é natural que o movimento conservador, do qual faz parte, se engaje para abocanhar e...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários