Porcos podem não voar, mas LiLou, um porco terapêutico, quer tornar as viagens aéreas menos estressantes. A porquinha de cinco anos da raça Juliana e sua proprietária, Tatyana Danilova, fazem parte da Wag Brigade (Brigada do Rabo Abanando) do Aeroporto Internacional de São Francisco - um programa que leva animais de terapia ao aeroporto para animar os passageiros e ajud...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários