O desfile, em uma cadeira de rodas, do sambista Arlindo Cruz na escola X9 Paulistana marcou a primeira noite do carnaval de avenida de São Paulo, realizada na madrugada de ontem para hoje (2). Os 60 anos do músico, que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) há cerca de dois anos, era o tema do samba-enredo da agremiação: “o Show Tem Que Continuar, Meu L...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários