Silêncio, equipe!, eram as palavras de ordem para deixar os personagens e a história se desenrolarem em frente às câmeras para as gravações de O Barulho da Noite, dirigido por Eva Pereira. “É um assunto denso, mas que precisávamos contar de forma lúdica, mostrada pelos olhos de crianças”, conta Eva. “Mas está bem mais leve e suave contar essa história triste, ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários